quarta-feira, 17 de julho de 2019

ECO - CÓDIGO 2019

Clique na imagem para visualizar

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Suspeitos do Costume







O projeto “Em Busca dos … Suspeitos do Costume” decorreu no âmbito do Projeto Eco-Escolas e em articulação com o Projeto Anual de Escola “Há lixo no mar … Há consciências a alterar!”.

Ao longo do ano letivo foram realizadas diversas atividades no sentido de despertar consciências, tais como;

- Realização da palestra “Há lixo no mar… Há consciências a alterar!” para a comunidade educativa com a colaboração da Bióloga Ana Pêgo;

- Investigação sobre a problemática do lixo marinho com as crianças do Pré-Escolar;

- Semanalmente foram publicados no jornal local (Jornal da Marinha) artigos sobre esta temática, com o objetivo de despertar na comunidade local as boas práticas para um Desenvolvimento Sustentável;

- Realização de workshops com a bióloga Ana Pêgo com o objetivo de sensibilizar crianças e alunos para o estado dos oceanos e o impacto do lixo marinho na vida de todos os seres vivos que os habitam.

- Saídas de Campo com as crianças/alunos e respetivas famílias para recolha dos resíduos encontrados, bem como a posterior separação dos resíduos encontrados para tratamento de dados;

- Construção de dois painéis com os resíduos mais frequentes e insólitos encontrados nas praias pelas crianças do Pré-Escolar e pelos alunos do EB 1Ciclo;

Com a realização deste projeto constatamos a urgência em alterar as nossas mentalidades e hábitos relativamente ao uso excessivo e irrefletido do plástico.

Com as recolhas de lixo na praia verificámos apenas uma pequena parte da quantidade de lixo que existe no no mar. Assim, tomámos consciência do LONGO ciclo de decomposição do plástico, bem como das suas consequências, na medida em que os microplásticos que surgem nos oceanos entram nas diversas cadeias alimentares, causando consequências devastadoras para o nosso planeta.

É fundamental repensar a quantidade de plástico que compramos e utilizamos no dia a dia, com a finalidade de o reduzir e reutilizar. 




 


Desafio Criar com Estilo



O desafio Criar com Estilo foi desenvolvido por 19 crianças do Pré-Escolar da Escola Pátio da Inês, com idades compreendidas entre os 4/5 anos. Para tal, contaram com o apoio da educadora e das auxiliares de ação educativa que os acompanham diariamente.
Os materiais utilizados foram tecidos previamente recolhidos no âmbito da campanha recolha com estilo, nomeadamente gangas.
Os tecidos em causa foram costurados para representar o mar e, posteriormente, foram colocados nos mesmos elementos decorativos e elucidativos deste ecossistema marinho, através da técnica da colagem.
Estes últimos pormenores foram feitos em feltro, sendo que muitos deles já foram reutilizados de outras atividades previamente realizadas na Escola.

Alimenta a tua Criatividade


Para a realização da atividade “Alimenta a tua Criatividade” participaram um grupo de 14 crianças com idades compreendidas entre os 5 e 6 anos de idade.
O envolvimento das crianças começou por um debate de ideias, levando à pesquisa das frutas e legumes utilizados nas refeições da Escola.
Como o tema anual da Escola assenta na problemática da poluição dos oceanos – “Há lixo no mar … Há consciências a alterar”, surgiu a ideia de criar seres marinhos através das frutas e legumes, como forma de alertar a consciência da Comunidade Educativa para a problemática.
A selecção foi feita pelas crianças através de entrevista à cozinheira da Escola, para perceber quais os alimentos utilizados na confeção das refeições. Foi realizada uma visita ao Mercado local para entender um pouco sobre a origem e sazonalidade dos produtos.
Uma vez feita a selecção dos produtos utilizados na Escola, foram escolhidos os frutos e legumes a utilizar no desafio, através de auscultação da preferência das crianças.
Foi feita a recolha de informação sobre os produtos selecionados relativamente à sua origem, sazonalidade e valor nutritivo, através de trabalho de pesquisa realizado com as crianças e as suas famílias. Foi também solicitado às crianças e famílias ideias de animais marinhos para elaboração do desafio. Os animais marinhos escolhidos foram os peixes e as tartarugas.

Trabalho desenvolvido pela Brigada da Cantina - Eco - Mistério







Painel "Alimentos do Mar"

Painel "Alimentos do Mar"


No âmbito do Projeto Eco-Escolas foi realizado um inquérito aos alunos do EB 1º Ciclo da Escola Pátio da Inês sobre os hábitos alimentares dos alunos, mais diretamente relacionado com as espécies marinhas que conhecem e consumem. 


As espécies que os alunos selecionaram para a elaboração do painel foram as espécies que são mais consumidas pelos alunos, tais como a Sardinha; o Bacalhau; a Pescada; o Robalo; a Lula; o Atum; o Salmão; a Dourada (anexo resultados do inquérito alimentar; anexo inquérito alimentos).


A investigação sobre as espécies seleccionadas foi realizada pelos alunos do Clube Eco-Mistério (Clube ligado ao projeto Eco-escolas), onde se pesquisou as suas características, a sua origem geográfica, os benefícios e malefícios do consumo quanto à sua sustentabilidade e aos impactos na saúde, bem como algumas curiosidades referentes às espécies seleccionadas (anexo - Informação das Espécies - Painel Alimentos do mar).


Foi realizado um atelier de artes plásticas em que os alunos “deram largas” à sua imaginação e criatividade e ilustraram as espécies seleccionadas para posterior elaboração do Painel.

 

Calendário do Mar



A construção do calendário do mar contou com a participação de todos os alunos do Pré-Escolar e do 1º CEB da Escola Pátio da Inês, com idades compreendidas entre os 3 e os 10 anos.


Cada uma das salas do Pré-Escolar e do 1º CEB fez a investigação sobre a espécie/ecossistema que, posteriormente, representou na sua ilustração para o calendário.

Paralelamente, os alunos do Clube eco mistério (clube relacionado com o projeto Eco Escolas) também contribuíram para o calendário, seguindo a mesma metodologia.


Os materiais utilizados nas colagens para as ilustrações foram materiais reutilizáveis existentes na escola, contando com as sugestões das crianças/alunos.


As várias frases que acompanham cada um dos meses foram igualmente propostas pelos alunos e selecionadas aquelas que melhor se enquadravam na temática da conservação da biodiversidade marinha.